quinta-feira, 15 de abril de 2010

Projetos de plebiscito que dividem o Pará vencem a urgência

A chance que tínhamos de levar os projetos sobre a criação dos estados do Tapajós e do Carajás para as comissões técnicas, já era! Ontem o Plenário da Câmara aprovou o regime de urgência para votação dos projetos que autorizam a realização da consulta popular.

O Projeto do Tapajós recebeu 265 votos favoráveis e apenas 51 rejeições. Enquanto Carajás teve 261 votos a favor e apenas 53 contra. Ou seja, uma luta muito difícil! Principalmente pra mim que estou praticamente sozinho no barco. Porque, obviamente, em ano eleitoral, ninguém quer se comprometer.

Hoje, qualquer cidadão sabe que não se abre nem uma lanchonete sem fazer pesquisa. Imaginem só, dividir um Estado! Os dois projetos serão votados sem nenhum estudo sobre os impactos ambientais, econômicos, tributários ou financeiros. Como é que assim se pode nortear devidamente um plebiscito? Uma verdadeira irresponsabilidade!

Agora, vocês precisam dizer não. E não é um “não” porque simplesmente não aceitamos. É um “não” para essa tamanha irresponsabilidade que interfere drasticamente na vida de todos nós.

Continuo contando com apoio de vocês!

3 comentários:

  1. Eu digo: NÃO!

    Parabéns por sua luta a favor do nosso Estado.
    Um grande abraço,

    Roza Rebello

    ResponderExcluir
  2. Caro Deputado Zenaldo Coutinho, existe jurisprudência pacífica do STF determinando que o plebiscito deve ocorrer em todo o estado e não somente nos municípios que desejam separar-se, mas parece que isso não está sendo observado no projeto separatista enviado ao congresso, o que podemos fazer judicialmente ou administrativamente para evitar tal arbitrariedade?

    Parabéns por manifestar apoio ao projeto Ficha Limpa.


    José Carlos de Souza Martins
    clubedoremoimbativel@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. José Carlos,

    No Projeto do Tapajós está escrito que a consulta será no Estado inteiro.

    Já no Projeto do Carajás, os separatistas fazem referência ao dispositivo constitucional que trata do plebiscito para a criação de Estados e que diz que a consulta será realizada junto a população interessada.

    E claro, entendemos que toda a população do Pará é diretamente interessada neste assunto.

    Fico a disposição para esclarecer qualquer dúvida. Você pode entrar em contato comigo também através do e-mail: zenaldocoutinhojr@gmail.com

    Obrigado!

    ResponderExcluir

Atenção:

Os comentários aqui publicados não refletem a opinião deste site.

Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores.

Este blog reserva-se ao direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros ou ao autor deste canal.

Textos de caráter promocional também serão excluídos.