segunda-feira, 19 de julho de 2010

Você já ouviu falar em Telemedicina?


Sou relator do projeto que regulamenta o trabalho à distância, o PL 4.505/2008. O teletrabalho permite a ausência física do profissional, com interação viabilizada pelo uso das tecnologias de comunicação. Estamos falando de um avanço!

Em encontro que ocorreu na semana passada, discuti as implicações éticas e legais decorrentes do uso da telemedicina, com o vice-presidente do Conselho Federal de Medicina, Carlos Vital.

Bem, em um país de vasta extensão, como o Brasil, muitas melhorias na área da saúde podem ocorrer com a formação de redes colaborativas integradas de assistência médica à distância.

Ganharemos benefícios como a redução dos custos com transportes e comunicações e a possibilidade de levar a medicina para as regiões mais remotas do país, onde as pessoas precisam urgentemente de assistência.

A Câmara Técnica de Telemedicina demonstrou total apoio à proposta, sugerindo apenas uma emenda (que considerei pertinente): as normas éticas sobre a matéria devem ser de responsabilidade do CFM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:

Os comentários aqui publicados não refletem a opinião deste site.

Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores.

Este blog reserva-se ao direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros ou ao autor deste canal.

Textos de caráter promocional também serão excluídos.